Dica: My Planner Colibri

Como havia dito anteriormente, comprei um planner pelo site My Planner Colibri. Consegui adquirir o produto em uma promoção – que inclusive está valendo para o ano de 2018. Segundo as instruções online, a entrega poderia ser realizada em até dezenove dias, mas o meu – produzido em São Paulo e entregue em Goiás – demorou somente uma semana.

Postarei abaixo um videozinho sobre os acessórios que acompanham o planner, pois acho interessante transmitir minha opinião a respeito de qualquer produto que gostei  e/ou gosto para vocês.

 

Anúncios

Dica: wallpapers e backgrounds do mês de AGOSTO

Tenho uma quedinha – enorme, diga-se de passagem – por wallpapers e backgrounds. Desse modo, insisto em mudar periodicamente o papel de parede do meu celular. Procuro em sites bastante conhecidos (como Pinterest, Tumblr e We Heart It) e os deixo guardados na galeria do celular, caso queira utiliza-los novamente. Resolvi, portanto, mostrar para vocês os “queridinhos” do mês de agosto. Aproveitem (❤️).

PENSO, RABISCO, ESCREVO • 3

Poderia discorrer sobre a linha tênue que leva a confiança à traição, mas não hoje. Os meus pensamentos estão completamente voltados para o cansaço. Cansaço das falas repetidas. Cansaço da situação. Cansaço das pessoas. Poderia vitimizar meu próprio nome e esperar que todos ao meu redor sentissem o quanto fui aprisionada pelas fatalidades que ocorrem por aí, mas não hoje. Poderia ter mil faces e pintar mil cenários, mas não – não hoje, não nunca. Só quero me sentir real. Sem julgamentos. Sem opiniões. Só preciso ser eu mesma de novo.

Dica: como enfeitar diários?

Procurei adquirir – durante os últimos dias – a prática de compartilhar meus pensamentos e sentimentos com um diário. Apesar disso, não aceito a forma usual e clichê de iniciar os textos, com o famosinho “dear diary”. Quero ter um caderninho somente meu que esteja repleto de desenhos e fotos que possam definir quem sou de verdade. Assim, busquei inspirações no Pinterest e decidi compartilhar algumas delas com vocês. Enjoy it (❤️).

ebb8de8c-bb7e-4544-acff-cbca49222e82

29f59752-af71-4dea-89d2-d1164f0aa67c

f094c2dc-e683-4661-b53d-11541a8d7553

fd0ffe6a-b790-43b4-b511-805bd12786b9

72294335-07f6-4133-b87e-faa5e2016791

defb8f1e-5331-4735-80d0-b93bff2caa34

6d2a4218-1f6c-46cb-aa79-8a98f08188e9

EU CITEI, TU CITASTE, ELE CITOU • 2

Quem sou eu?

Eu às vezes não entendo!
As pessoas têm um jeito
De falar de todo mundo
Que não deve ser direito.

Aí eu fico pensando
Que isso não está bem.
As pessoas são quem são,
Ou são o que elas têm?

Eu queria que comigo
Fosse tudo diferente.
Se alguém pensasse em mim,
Soubesse que eu sou gente.

Falasse do que eu penso,
Lembrasse do que eu falo,
Pensasse no que eu faço
Soubesse por que me calo!

Porque eu não sou o que visto.
Eu sou do jeito que estou!
Não sou também o que eu tenho.
Eu sou mesmo quem eu sou!

Pedro Bandeira

PENSO, RABISCO, ESCREVO • 2

O arrependimento entra pelas frestas e dou total espaço para que ele se aloje dentro de mim. Solto um grito silencioso e espero que a dor passe, mas é em vão. Não posso mudar o passado nem realizar ações menos impensadas. Foi um dia repleto de meias informações e atitudes erráticas. Não guardo aprendizados e sinto muito por sentir tanto. Raiva. Raiva. Raiva. Apesar dos fatos, não é um sentimento que toma meu peito. Estou anestesiada, pois aceitei o que disseram: era para acontecer e não existem totais culpados. Foi um efeito dominó que atingiu a mim e aos meus. Não posso arrumar justificativas nem buscar soluções – talvez seja tarde demais.

Penso, rabisco, escrevo • 1

Quero dizer que fica mais complicado, a cada dia que passa, lidar com as pessoas. Talvez o problema seja meu gênio forte ou minha falta de interesse, geralmente associada a manter amizades. Apesar disso, o problema pode estar relacionado ao mundo e a enorme necessidade que a sociedade possui em cuidar de vidas alheias. Seria hipocrisia, porém, afirmar que também não falo ou critico alguém. Seria empatia, porém, completar que tenho total noção dos erros que cometo ao realizar tal atitude. Por que não podemos deixar fulano viver do modo que deseja? Por que temos que palpitar na vida de sicrano? Nós mal conseguimos lidar com nossos próprios problemas, poxa. Fulano e sicrano não precisam escutar “conselhos” que não pediram. Fulano e sicrano não querem opiniões. Assumo, ainda, que tenho pouca esperança em relação aos seres humanos (aliás, a tendência é piorar). Falta-nos amor, compreensão e muita – MUITA – empatia.